fbpx
Administração
Para ajudar a cuidar da gestão do seu negócio.
Campanhas
Conteúdos de campanhas do Hybank.
Contabilidade
Entenda mais sobre finanças.
Geral
Outros temas para o microempreendedor.
Marketing
Dicas incríveis para o visual do seu negócio.
Pix
Novo meio de pagamentos para bancos no Brasil.
Regras de negócio
Dicas gerais para empreender melhor.
Vendas
Alavanque suas vendas com essas dicas.

Calculadora da lucratividade

É hora de conhecer a saúde do seu negócio.

5 MIN LEITURA
08 JUNE 2020

Você sabe quanto realmente ganha ao final do mês? Isso, você mesmo, que está por trás de toda a operação de um negócio. A gente sabe que essa é uma pergunta muito difícil para microempreendedores e profissionais autônomos, afinal, é uma única grana para o sustento do mês.

Na prática, isso importa alguma coisa?

Saber a lucratividade real do seu negócio, separada das despesas pessoais, permite que você tenha mais controle sobre seus gastos e saiba exatamente para onde seu dinheiro vai. 

Para ajudar você nessa jornada, nós criamos uma ferramenta simples e que será muito útil para abrir seus olhos e ajudar a fechar a conta nos próximos meses, a Calculadora da Lucratividade.

O que é a Calculadora da Lucratividade?

Ela é uma versão digital do seu caderninho e, claro, muito mais prática e visual. Mas se ela é igual ao meu caderninho, porque eu preciso dela, você deve estar se perguntando, certo?!

Porque na calculadora nós ajudamos você a começar a entender como dividir os grupos de custos, despesas e receitas. Aqui vem um ponto muito importante! Você deve considerar apenas os gastos relacionados diretamente com o seu negócio, ou seja, suas despesas com cabeleireiro, academia, e tantas outras despesas pessoais, por exemplo, devem ficar de fora dessa conta.

Além disso, ao finalizar o cálculo, você verá o percentual de lucratividade do seu negócio, com direito à um alerta importante:

  • Verde: seu negócio está saudável financeiramente, continue assim!
  • Amarelo: ih, alguma coisa não está indo muito bem. Suas despesas estão ocupando um percentual muito grande no seu mês.
  • Vermelho: a coisa ficou feia! É hora de olhar para todos os seus gastos e urgentemente cortar o que for excedente pois seu negócio está no prejuízo.

Agora que você já sabe como ela funciona, é hora de colocar as mãos à obra e fazer o seu cálculo. Ah, e se você quiser entender uma pouco mais sobre essa papo de lucro, confere aqui um conteúdo sobre isso.

Já sei o resultado, e agora?

Ter a consciência de que você e seu negócio são dois centros de custos diferentes é o primeiro passo. Aqui separamos algumas dicas:

1- Se o seu negócio está saudável mas mesmo assim falta dinheiro ao final do mês, é sinal que os seus gastos pessoais não condizem com a sua realidade. Será necessário fazer alguns ajustes de corte de gastos e entender o que você deseja para seu futuro.

Se pergunte: os meus planos cabem dentro deste “salário”? Cortando gastos excedentes consigo conquistar eles? Se a resposta for sim, você já sabe o que fazer. Se a resposta for não, é hora de olhar para o seu negócio e repensar o modelo dele ou até mesmo a sua carreira.

2- Se o seu negócio já está no prejuízo você precisará de medidas ainda mais drásticas. Antes de mais nada olhe para todos os gastos e corte os supérfluos. Se necessário for, negocie dívidas com bancos ou procure por linhas de créditos com juros baixos para dar um fôlego extra, mas lembre-se: todo empréstimo é uma dívida.

Se você quiser saber mais sobre qual é a hora de pedir um empréstimo, confere esse artigo que escrevemos.

3- Por último, mas não menos importante: dedique tempo para organizar as suas finanças. Acompanhar a sua movimentação financeira constantemente evita que você gaste por impulso ou invista em momentos que podem comprometer o que conquistou até aqui. 

Se você está pronto para dar esse passo e busca uma ferramenta para auxiliar você com isso, dá uma olhada na Hyconta. Uma conta de pagamento digital que vai auxiliar você a reduzir os custos e ainda organizar a sua grana. No site você pode se cadastrar para ser um dos primeiros microempreendedores a usar.

Compartilhe este artigo em:
Post anterior
Próximo post
MEI - Microempreendedor individual - por que ser um?
SOS Microempreendedor: a crise ainda não acabou
E-mail inscrito com sucesso!
Ficamos felizes que queira receber nossas novidades. Acompanhe pelo seu e-mail novas postagens e notícias do blog.
Mensagem enviada com sucesso!
Agradecemos o envio da sugestão e com certeza levaremos em consideração para criar novos conteúdos para o blog.