fbpx
Administração
Para ajudar a cuidar da gestão do seu negócio.
Campanhas
Conteúdos de campanhas do Hybank.
Contabilidade
Entenda mais sobre finanças.
Geral
Outros temas para o microempreendedor.
Marketing
Dicas incríveis para o visual do seu negócio.
Pix
Novo meio de pagamentos para bancos no Brasil.
Regras de negócio
Dicas gerais para empreender melhor.
Vendas
Alavanque suas vendas com essas dicas.

Como cobrar clientes e evitar calotes?

Saiba como cobrar clientes e quais as melhores maneiras de fazer isso para evitar que o número de inadimplentes cresça.

7 MIN LEITURA
16 MARCH 2021

Como cobrar clientes não é algo tão fácil assim, nós decidimos mostrar a você, que é trabalhador autônomo, algumas dicas de como fazer isso da forma mais correta possível.

É muito comum, por exemplo, a pessoa que recém está iniciando seu negócio aceitar o famoso “fiado”. Isso acontece geralmente por medo de perder o cliente, porém, é preciso ter jogo de cintura nessas horas e saber usar as estratégias corretas para não sair perdendo financeiramente.

Cobrar clientes ou negociar com eles?

Na verdade, você pode ter as duas opções. Cobrar um cliente significa que você busca receber algo que lhe pertence ou é devido.

Imagem por giphy.com

Caso você cobre o cliente e ele não lhe pague, é preciso informá-lo das consequências do não pagamento. Se ainda assim o débito não for quitado, a negativação do cliente deve ser feita nos órgãos de proteção ao crédito.

Mas, obviamente, não queremos que a situação chegue nesse ponto, não é mesmo? Sendo assim, vamos para a outra alternativa: negociar com o cliente.

A negociação é um processo de comunicação, onde ambas as partes tentam chegar a uma decisão conjunta que satisfaça os dois lados. Para negociar com um cliente inadimplente, você precisa levantar o histórico de pagamentos dele e planejar como será o acordo proposto de acordo com o seu perfil de risco.

Portanto, quando cobrar não for a solução, saiba negociar. Mostre ao cliente os benefícios que ele terá com o pagamento da dívida, benefícios esses que você pode definir, como descontos para pagamento à vista, por exemplo.

Dicas de como cobrar clientes

Vamos lá! Já falamos que você pode negociar com o cliente devedor para chegar a um acordo. Mas antes de propor uma negociação (que, na maioria das vezes parte do próprio cliente) você pode seguir algumas dicas para cobrar esse cliente.

Olha só:

1. Saiba quem é o seu cliente e qual o tamanho da dívida: para fazer a cobrança é preciso entender quem é o seu cliente (por exemplo, se é pessoa física ou jurídica), além de saber o valor exato do que ele lhe deve.

Também é importante levantar a relação de pagamento estabelecida, para saber se trata-se de um pagamento único ou recorrente. Com isso, você saberá quem deve ser contatado para a cobrança e como fazer a abordagem.

2. Crie uma estratégia de cobrança e organize-se: é importante criar um passo a passo do que fazer nesses casos, assim você não precisa pensar no que fazer toda vez que for cobrar um cliente.

Além disso, você precisa se organizar e anotar tudo (seja em um caderno ou em planilhas) para não se perder. Pense, seria chato cobrar um cliente que, na verdade, não está lhe devendo nada, não é mesmo? Uma boa organização evita tais constrangimentos.


Leia também: Conheça 10 ferramentas para freelancers que vão ajudar no seu negócio.

3. Ofereça opções de pagamento: dê aos seus clientes a opção de escolher qual meio de pagamento ele prefere: dinheiro, depósito/transferência/pix, cartão de crédito ou débito.

Uma forma bem interessante de receber pagamentos é através de boletos bancários.

Leia também: MEI pode emitir boleto?

4. Descontos para bons pagadores: se o cliente pagar à vista, você pode recompensá-lo com descontos no pagamento, ou então oferecer cupons de descontos para futuras compras. Incentivar o pagamento à vista evita (e muito) os calotes. 

5. Envie lembretes ao cliente: enviar lembretes por SMS ou e-mail é uma ótima técnica de avisar o cliente sem ser muito invasivo. Na mensagem, informe o atraso da dívida e peça que ele entre em contato caso esteja com alguma dificuldade para realizar o pagamento. 

6. Emita nota fiscal: você pode emitir nota fiscal para não ficar desamparado em caso de inadimplência. Com a nota fiscal, você consegue acionar o cliente para, dessa forma, solicitar o que ele lhe deve.

Mas atenção: para emitir uma nota fiscal, é preciso ter um CNPJ. Caso você não tenha, pode abrir um como MEI (microempreendedor individual).

Leia também: Como emitir uma NFe MEI (Nota Fiscal Eletrônica)?

Outra dica super importante é: tenha sempre uma postura amigável. Certamente você ficará indisposto com alguns clientes que não arcam com seus compromissos, mas é preciso manter o respeito ao consumidor.

Não importa por onde você vá fazer a cobrança: E-mail, WhatsApp, ligação… é preciso falar educadamente!

Se você usar formas de constrangimento para cobrar o pagamento ou tratar o cliente mal, ele pode, além de não pagar o que deve, encaminhar um processo por danos morais de acordo com o código de defesa do consumidor.

Além disso, pense que você batalhou para conquistar seus clientes e, mesmo que estejam negativados, eles ainda devem ser tratados com toda a sua atenção, respeito e dedicação. Às vezes o cliente está passando por um problema temporário, então ouví-lo e entender o seu lado é o melhor jeito de cobrar a dívida.

Portanto, seja flexível e mostre que você está disposto a colaborar, mostrando ao cliente que você confia nele e deseja ajudá-lo.

Compartilhe este artigo em:
Post anterior
Próximo post
Trabalhador autônomo informal: saiba qual o caminho para a formalidade
Dropshipping: como funciona, quais as vantagens e como aplicar no seu e-commerce
E-mail inscrito com sucesso!
Ficamos felizes que queira receber nossas novidades. Acompanhe pelo seu e-mail novas postagens e notícias do blog.
Mensagem enviada com sucesso!
Agradecemos o envio da sugestão e com certeza levaremos em consideração para criar novos conteúdos para o blog.