fbpx
Administração
Para ajudar a cuidar da gestão do seu negócio.
Campanhas
Conteúdos de campanhas do Hybank.
Contabilidade
Entenda mais sobre finanças.
Geral
Outros temas para o microempreendedor.
Marketing
Dicas incríveis para o visual do seu negócio.
Pix
Novo meio de pagamentos para bancos no Brasil.
Regras de negócio
Dicas gerais para empreender melhor.
Vendas
Alavanque suas vendas com essas dicas.

Despesa e custo: saiba a principal diferença

Deu um nó na cabeça sobre despesa? Fica tranquilo que a gente descomplica essa ideia pra você.

6 MIN LEITURA
14 SEPTEMBER 2020

Despesa é todo o gasto que uma empresa tem com bens e serviços relacionados à parte administrativa, operacional e financeira, ou seja, que são necessários para manter a estrutura do negócio funcionando, mas sem afetar diretamente na produção de novos itens.

Você consegue pensar em algo que seja considerado uma despesa?

O aluguel, as contas de luz, água ou telefone… esses são exemplos de despesas. Mas você deve estar se perguntando se esses não seriam os chamados custos, certo? É que há uma grande diferença entre eles e as despesas.

Apesar de serem parecidos, esses dois termos têm conceitos diferentes. Se a despesa não afeta diretamente na produção, o custo afeta bastante, pois está relacionado às atividades da ponta do negócio, como a matéria-prima.


O que é despesa?

Podemos considerar despesas todos os valores que irão garantir o funcionamento da empresa. As despesas não contribuem diretamente para a produção de novos itens que serão comercializados, mas estão associadas às operações que permitem que eles sejam produzidos.

Por exemplo, para que uma padaria consiga produzir seus pães, ela precisa, primeiramente, de energia elétrica, certo? A energia irá permitir que os pães sejam feitos, e o gasto com as contas de luz são considerados uma despesa.

Ou seja, a despesa da conta de luz não contribui diretamente à produção dos pães, mas ela é parte da despesa que mantém a sua padaria funcionando. Podemos dizer então que despesa são aqueles gastos a mais que você tem para melhorar o seu dia a dia.

Exemplos de despesas

  • Aluguel de espaço físico;
  • Contas de luz, água, telefone e internet;
  • Materiais de escritório e máquinas para uso dos colaboradores;
  • Transporte;
  • Gastos com publicidade para divulgação de produtos;
  • Impostos.

A diferença entre despesa e custo

Vimos acima o que é uma despesa, e não é muito difícil diferenciá-la de um custo, pois os custos são os gastos relativos ao que é produzido pela empresa, seja uma mercadoria ou um serviço.

De acordo com a NPC 2 do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (IBRACON), custo é “a soma dos gastos incorridos e necessários para a aquisição, conversão e outros procedimentos necessários para trazer os estoques à sua condição e localização atuais, e compreende todos os gastos incorridos na sua aquisição ou produção, de modo a colocá-los em condições de serem vendidos, transformados, utilizados na elaboração de produtos ou na prestação de serviços que façam parte do objeto social da entidade, ou realizados de qualquer outra forma”.

Ou seja, tratam-se dos gastos ligados diretamente à venda dos produtos e serviços. Tudo o que é fundamental para que se crie esses serviços e produtos finais é considerado custo.

Quer ver uma forma fácil de diferenciar despesas e custos no dia a dia? Então faça a seguinte pergunta para si mesmo:
“Caso eu elimine o gasto X, a minha produção será afetada?”
Se a sua resposta for sim, esse gasto é considerado um custo, pois está diretamente ligado à produção. Caso a resposta seja não, trata-se de uma despesa.

Exemplos de custos

  • Matéria-prima;
  • Equipamentos utilizados na produção;
  • Mão de obra.

Como se classificam as despesas e os custos

Além das diferenças entre si, as despesas e os custos podem ser classificados em fixos ou variáveis. Veja só:

Despesas ou custos fixos

São considerados despesas e custos fixos aqueles que não variam de acordo com o volume de mercadoria produzido ou vendido. Ou seja, são aqueles gastos cobrados todos os meses, independente do desempenho comercial.

Por exemplo: a mão de obra, que precisa ser paga mensalmente, é considerada um custo fixo. Já o aluguel do espaço físico da empresa é uma despesa fixa, bem como as contas de água e luz.

Despesas ou custos variáveis

As despesas e custos desse tipo variam de acordo com o volume de mercadoria produzido ou vendido. Um exemplo de despesa variável são os prêmios e benefícios dados aos colaboradores por conta de um resultado comercial extraordinário.

Já um exemplo de custo variável pode ser a contratação de mão de obra temporária para atender as demandas mais volumosas, como o alto número de vendas, em um determinado período do ano, como o Natal.

Agora que você já sabe o que é uma despesa e qual a diferença entre ela e o custo, veja neste outro texto como calcular o lucro para o seu negócio.

Compartilhe este artigo em:
Post anterior
Próximo post
Como emitir uma NFe MEI (Nota Fiscal Eletrônica)?
PIX: novo meio de pagamentos e recebimentos instantâneos
E-mail inscrito com sucesso!
Ficamos felizes que queira receber nossas novidades. Acompanhe pelo seu e-mail novas postagens e notícias do blog.
Mensagem enviada com sucesso!
Agradecemos o envio da sugestão e com certeza levaremos em consideração para criar novos conteúdos para o blog.